quinta-feira, 19 de abril de 2018

ESPELHO MEU - A minha estreia na sétima arte

Escrevi o texto que concretizou o guião/argumento que o Hugo Pinto tinha na cabeça. Uma oportunidade maravilhosa que ele me deu. Um privilégio trabalhar com esta equipa de magníficos. O resultado-final ficou extraordinário graças ao som do Carlos Martins, à fotografia do Nuno Modesto, à realização, edição e montagem do Hugo, à produção da Ana Rute e da Cátia Figueiredo, à banda sonora do Tiago Granja, à pós-produção áudio do Miguel Saraiva, à Cláudia Pinto que ficou com os filhotes do Hugo e da Rute para que eles se pudessem entregar ao projecto e à prestação estrondosa de três actores de quem sou fã de ora em diante, Cláudia Semedo, Catarina Lima e Rodrigo Soares. Espelho meu foi feito em 48 horas no âmbito deste desafio: 


Inacreditável e inesquecível. 

OBRIGADA.